Mulher com mal cheiro nas partes íntimas é atacada por urubus

Mulher com cheiro ruim nas partes intimas é atacada por urubus durante um relacionamento com o namorado no mato.

Todos sabem que nosso corpo requer higiene, principalmente nas áreas de maior sudorese.

Certamente você já sentiu esse cheiro perto de alguém, na maioria das vezes é por causa de uma infecção.


O caso aconteceu em Beiradas Verdes, na região do Ceará. Segundo a jovem e seu namorado, eles não tinham condições financeiras para pagar o motel e se sentirem mais confortáveis.

Resolveram então procurar um lugarzinho no mato e fazer ali mesmo.

Mas quando algo com um cheiro forte ou um animal morto é jogado na floresta, quem chega primeiro? Claro que os abutres. O

cheiro do papel da jovem chamou a atenção dos voadores, que logo começaram a sobrevoar a região.

Com a proximidade, o sentido começou a se fortalecer e o casal foi atacado por inúmeras espécies que não se surpreenderam com a presença do ser humano.

A mulher foi identificada apenas pelo apelido de "Daninha". Porém, após o ataque, o casal teve que explicar à polícia e, segundo o menino

foram despidos na preparação para fazer amor, mas acabaram sendo surpreendidos por um bando de urubus.

Mulher com mal cheiro nas partes é atacada por urubus

O casal foi chamado para depor depois que a mãe da jovem condenou a suposta agressão do namorado porque a jovem chegou em casa arranhada e não deu nenhuma explicação.

Mas, claro, como uma pessoa para explicar à própria mãe que foi atacado por urubus quando saiu para o mato? Seria constrangedor, não é?

Portanto, a falta de uma explicação tornava tudo pior. O menino relatou: “Senti aquele cheiro podre

pensei que fosse algum bicho morto, porque tem muito mato na lateral do motel, aí os urubus começaram a pousar nele, estávamos correndo lá fora, mas o os abutres não deixavam ", disse ele.

Em suma, após o choque, ambos foram encaminhados ao hospital para curativos e prescrição de medicamentos pelo médico, bem como para orientações sobre higiene pessoal.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.