Auxílio-inclusão: quem pode receber o benefício de R$ 550?

Um dos assuntos mais comentados da web esta semana, foi sobre o auxílio-inclusão, o projeto de lei que foi criado pela Lei n° 14.176, foi aprovado pelo atual presidente do país Jair Bolsonaro e agitou os milhões brasileiros nesta crise que todos estão vivendo por conta da pandemia. O projeto foi sancionado no dia 22 de junho de 2021.

De acordo com o projeto ele visa pagar até R$ 550 aos beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Caso essas pessoas conseguissem arrumar um trabalho, ou seja, se a pessoa arrumar um serviço de carteira assinada ele iria começar a receber o auxílio-inclusão no valor estipulado por lei e deixa de receber o benefício do governo que estava recebendo.

Segundo informações, o projeto visa incentivar as pessoas a buscar novos empregos, fazendo com que menos pessoas recebam o BPC. A ideia do governo é reduzir gastos e assim ter mais renda para investir em novos projetos ou então no país.


Vale destacar que este valor de 550 reais não é fixo, o governo afirmou que toda a vez que o salário sofrer alguma alteração o benefício irá seguir a mesma linha de raciocínio. Toda vez que o salário aumentar, o projeto também terá seu valor aumentado.

A novidade agitou milhões de brasileiros e rendeu o que falar nas redes sociais, a aprovação do projeto fez o nome de Bolsonaro se tornar um dos mais comentados da internet.
Porém, é válido ressaltar que só terão direito ao auxílio-inclusão os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) que ingressarem no mercado de trabalho com um salário de até R$ 2.200, caso a pessoa receba mais que este valor ele não terá direito ao benefício. O projeto passa a valer dia 1° de outubro.

As pessoas que têm direito a ajuda do governo, no entanto, podem ser acionadas a qualquer momento para comprovarem seus gastos financeiros e sobre seu estado de saúde, até os beneficiários que possuem uma ordem judicial.

 



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.