nossas redes sociais

Finança

Bolsonaro diz que ‘Infelizmente, auxílio emergencial não é para sempre’ e busca soluções para desempregados do #FiqueEmCasa


Já é algo normal o presidente Jair Bolsonaro fazer lives e manter contato com seus eleitores em seu perfil oficial do Facebook e hoje, 29 de setembro, Bolsonaro apareceu um pouco estressado e começou a reclamar das pessoas que reclamam das escolhas do governo federal, no caso ele estava falando sobre o programa do Auxílio Emergencial. 


Falando nisso o governo está pretendendo por um novo projeto no lugar do Renda Brasil e do auxílio emergencial, no caso ele vai ficar no lugar do Renda Brasil temporariamente. 

Bolsonaro também aproveitou para falar sobre a sua popularidade que acabou aumentando devido ao programa do auxílio, Bolsonaro até chegou a falar que se ele não faz nada, ele se torna uma pessoa omissa e se ele faz, está pensando na reeleição. 

Bolsonaro aproveita para dizer que o que ele está fazendo é apenas o trabalho dele e quem decide o voto é a população e se votarem nele novamente, seria então a consequência de seu trabalho. 

Bolsonaro aproveitou para explicar o novo projeto social do governo, que como já foi dito, vai reforçar o Bolsa Família e ele deve ficar no lugar do auxílio emergencial.

O Bolsonaro contou que o auxílio não tem como ser para sempre e aproveitou para dar uma alfinetada nas pessoas que o criticam. 

Bolsonaro ainda conta que ele está pensando no próximo ano, porque muitas pessoas acabaram ficando sem emprego e estão dependendo das parcelas do auxílio. 

Vale lembrar que durante essa palinha que o presidente deu, ele aproveitou para criticar as medidas tomadas pela OMS, no qual pediram para as pessoas ficarem dentro de casa. 

Esse novo projeto do governo Bolsonaro, é muito parecido com o renda Brasil, ele vai ter parcelas nos valores de R$ 200 a R$ 300 e não sabemos quanto tempo vai durar.