Mãe processa sistema de saúde após ter filho com Down e dispara ‘teria abortado’

Um caso causou muita repercussão no mundo e gerou revolta entre os internautas brasileiros, Uma mãe processou o sistema de saúde britânico, devido o fato deles, não ter detectado seu filho tinha sindrome de down e de acordo com as informações ela teria conseguido vencer o processo, ela teria alegado teria abortado caso soubesse do diagnostico.

A Mãe citou sonre a realização de um exame que ela teria pedido para saber se o filho que ela carreava no ventre era portado da doença, no entanto consta no sistema que ela que não havia feito o pedido para está fazendo esse exame.

Edyta Mordeu que processou por erros dos profissionais na saúde, cita que ama muito o seu filho, porém ele ainda mantem o mesmo pensamento, que se soubesse do diagnostico ela teria abortado, a mãe entrou com um processo contra o NHS devido os gastos avaliados em 200 mil libras o bebê nasceu em 2015.


A Mãe alega uma sobre uma expêriencia de uma pessoa que ela havia conhecido com sindrome de down e ela alega e viu como era complicado e que não queria dar continuidade na gestação e se soubesse desse diagnostico, ela alega que não ria querer o bebê com essa deficiência e citou que não traria o bebê ao mundo para evitar o seu sofrimento.

Uma internauta falou sobre sua experiencia, ela cita que tem uma filha portadora desse doença e diz que ela é perfeita, e o momento mais delicado pra ela foi no momento que disseram pra ela que ela tinha opção de deixar o bebê la e ir embota e cita que não trocaria a sua filha por nada.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.