nossas redes sociais

Notícias

Após ser detonado por causa dos incêndios no pantanal, Bolsonaro afirma que o Brasil trata crime ambiental com ‘tolerância zero’


Nesta terça-feira, 22 de setembro, Jair Bolsonaro afirma que o país trata crimes ambientais com “tolerância zero”.


Bolsonaro estava participando na abertura da 75ª Assembleia Geral da ONU.

O presidente falou que não tem como ter propagação de fogo dentro das florestas do nosso país, e afirma que onde ocorre os incêndios são sempre nos mesmo perímetro.

Ele continuou falando que aqui no Brasil, a nossa floresta é úmida e devido a essa umidade, é muito difícil ocorrer uma propagação de fogo no interior da mata.

O presidente ainda diz que os locais onde possui os incêndios são sempre no mesmo local, no caso, seria no leste da floresta e afirmou que nesses lugares os caboclos e os índios ateiam fogo nos roçados, para tentar sobreviver, ele afirma que esses lugares são de áreas que já estão desmatadas.

Bolsonaro também comenta que os criminosos que colocam fogos nessas terras são combatidos com “rigor” ele ainda disse que a política do Brasil é de “tolerância zero” para esse tipo de crimes.

Bolsonaro afirma que muitas pessoas não conhecem essas informações. Foi dito também que o Brasil é o líder quando o tópico é a conservação de florestas tropicais.

Ele ainda diz que a Amazônia da parte do Brasil, ela ainda é muito rica. E por causa disso, o nosso país acaba ganhando apoio de outros países.

Ao tocar no assunto da pandemia, Bolsonaro fala sobre as vidas perdidas por causa do Coronavírus, e lamentou as mortes das vítimas. Ele também afirma que nesse momento ele precisa pensar em como vai combater a doença e também o desemprego.

Bolsonaro conta que todas as medidas econômicas que poderia ajudar evitar um mal maior foi feito. Ele estava falando sobre o socorro a empresas, o programa do auxílio emergencial e também os recursos que foram enviados para a vacina de Oxford.

Mais novidades será noticiado aqui, então siga o nosso portal!