Isabele

Caso Isabele: Jovem que matou a própria amiga acaba de ser internada

A jovem que está sendo a principal suspeita de ter tirado a vida da própria amiga, está sendo encaminhada para o Centro de Ressocialização Menina Moça, que fica no anexo feminino do Pomeri, lá a acusada vai passar apenas 45 dias internada, de acordo com a ordem determinada pela Juíza Cristiane Padim da Silva.

Algumas pessoas cobriram o caso, e falaram que houve bastante movimentação na porta da Delegacia Especializada do Adolescente no horário de 19:30.

Depois desse percurso todo a menina foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML), local no qual ela precisou passar por exame de corpo de delito.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

Também foi dito, que era impossível fazer a internação da jovem no Pomeri na data de ontem, terça-feira, 15 de setembro, isso porque as internações vão até as 18 horas, mas não foi isso que aconteceu.

Depois de ter saído do IML, a jovem foi encaminhada para o Centro Menina Moça, local que ela vai viver os próximos 45 dias apenas.

O advogado da criminosa, chamado Artur Osti, usou o seu celular para fazer  algumas ligações , ele estava acompanhando todo procedimento para levar a menina para internação.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

O advogado está buscando um HC para conseguir evitar que a jovem cumpra esse período de tempo que foi dado dentro do Centro. 

O Caso

Uma jovem de apenas 14 anos, chamada Isabele Guimarães Ramos, acabou tendo sua vida roubada.

A vítima levou um tiro em seu rosto, na última data 12 de julho, a menina estava naquele momento na casa de sua melhor amiga, outra jovem da mesma idade.

A amiga falou que o tiro que tirou a vida de Isabele foi um acidente, mas as investigações feitas, concluiu que a menina tinha a intenção de matar a amiga, então o caso começou a ser tratado como homicídio doloso.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

A investigação que foi feita pela polícia durou cerca de 50 dias e teve 4 pessoas apontadas, nisso está incluído o pai da jovem, o namorado e o pai dele. 

Vale lembrar que quem deu a arma para a menor atirar foi o namorado, e o pai dele acabou sendo indiciado por omissão de cautela, já que ele era o responsável pela arma.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.