Durante confinamento da covid-19 mãe tem colapso mental e mata o filho autista

Olga Freeman é o nome de uma mulher que confessou ter matado o próprio filho após um colapso mental.

A causa do colapso pode ter sido a prisão causada pela pandemia de Covid-19.

Segundo informações recolhidas pelas autoridades, ela sofria de inúmeros transtornos mentais.


Por causa disso, ela não conseguiu cuidar adequadamente de seu filho de 10 anos, que era autista.

Além do autismo, ele tinha miopia e dificuldade para falar e andar. Isso significa que ele era totalmente dependente de sua mãe.

+  Brasil em oração! Leonardo é vítima de triste acidente durante explosão de um botijão gás e deixa todos preocupados

Quando a polícia chegou ao local do crime, eles relataram que o bebê havia sido encontrado estrangulado com uma esponja de banho.

O evento brutal aconteceu no ano passado em Londres, Inglaterra. No entanto, não foi até este mês que sua convicção emergiu.

Segundo o jornal local, o menino foi para uma escola especial, mas devido ao isolamento social, a criança ficava em casa sem sair de casa, piorando o transtorno mental da mãe.

A sentença foi proferida logo depois que ela confessou tudo. Ela afirmou que tinha problemas para cuidar do filho, por isso decidiu tirar a vida dele porque não aguentava mais.

+  Jovem é morta, após ser esfaqueada por amiga, que queria testar se era psicopata

Ela deitou o filho na cama, colocou-o no colo e envolveu-o em um cobertor, depois cobriu sua boca com uma esponja e um sutiã.

O menino morreu sufocado por uma esponja contra sua garganta. Ela chegou a dizer que colocou inúmeros brinquedos na cama para que ele morresse com dignidade.

Um amigo que descobriu tudo denunciou o crime à polícia. No entanto, a punição da mulher foi menor do que deveria, pois ela sofre de um transtorno mental.

+  URGENTE: Duas crianças são encontradas vivas agarradas ao corpo da mãe após barco afundar; ela se sacrificou por eles

LEIA MAIS



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.