Em nova declaração, Jair Bolsonaro ironiza mortes pela Covid-19 e dispara: ‘Coronavírus matou o mosquito da dengue’

Nesta sexta-feira, 16 de abril, o atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), se envolveu em uma nova polêmica após comentar sobre a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus. Na ocasião, o político afirmou que o vírus “matou o mosquito da dengue. Cabe lembrar que, por diversas vezes, Bolsonaro decidiu dar declarações polêmicas à respeito da Covid-19, chegando, inclusive, a dizer que tudo se tratava apenas de uma gripezinha.

O Chefe do Executivo, não parando por aí, ainda afirmou que existem certas enfermidades que ninguém mais morre. Segundo os relatos do presidente, é necessário saber qual é o número concreto de mortes ocasionadas pelo novo coronavírus. Bolsonaro informou aos seus apoiadores, no início da manhã desta sexta-feira (26), que solicitou ao atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que apresente os dados sobre as vítimas fatais em decorrência de outras doenças que ocorreram durante os últimos cinco anos no Brasil.

+  Vídeo: mostra queda de avião e em seguida a explosão que deixa mortos em SP

 “Pedi em pública para o ministro da Saúde, na próxima reunião nossa do conselho, apresentar, nos últimos cinco anos, quantas pessoas morreram de cada doença. Tem certas doenças [de] que não morre mais ninguém”, disse Bolsonaro, durante um diálogo com apoiadores frente ao Palácio da Alvorada, localizado em Brasília.


A solicitação pedindo para que as informações sobre as outras enfermidades pudessem ser concedidas foi realizada por Marcelo Queiroga no Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia, onde foi reunido membros que fazem partes dos três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário. Segundo as informações, a solicitação em questão deverá ser mostrada durante a próxima reunião que, até o momento desta publicação, ainda não possui uma data definida.

+  Vídeo: Criança de apenas 5 anos é assassinada por integrante de facção; imagens chocam o Brasil

Jair Messias Bolsonaro, durante suas falas, ainda afirmou saber que o vírus vem ceifando a vida de muitas pessoas, especialmente dos idosos. No entanto, ele quer saber qual é o número correto de mortes ocasionadas pelo novo coronavírus. Esta não é a primeira vez que o Chefe do Executivo questionada o número de óbitos pelo enfermo em território brasileiro.

+  Menina de 12 anos tira a própria vida de forma trágica e detalhes assustam a todos


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.