Homem invade casa, tenta assassinar ex-mulher, que revida e ele acaba morto a facadas

Um caso acabou chamando a atenção de toda a população de Jardim Batistão, em Campo Grande. Um homem foi morto nesta madrugada quando tentava forçar sua entrada na casa de sua ex-mulher. O homem de 33 anos, estaria armado quando invadiu sua antiga casa.

Segundo o que foi revelado pelo site TopMídiaNews, alguns moradores da região chegaram a informar que o homem invadiu a casa de sua ex, logo pela manhã, gerando uma grande confusão e pânico no bairro.

+  URGENTE: Duas crianças são encontradas vivas agarradas ao corpo da mãe após barco afundar; ela se sacrificou por eles

O homem que acabou morto, estava munido de 2 facas e decidiu partir para cima de sua ex, a mulher de 26 anos, mostrou que não tinha medo e partiu para cima do homem. A mulher alega que ficou apreensiva na hora do ataque, no entanto ela agarrou um punhal e foi para cima do agressor, que acabou não resistindo aos ferimentos.


O homem foi atingido na região do abdômen e acabou morrendo no local, a jovem ainda saiu ferida porém nada muito sério. O homem conseguiu acertar o ombro de sua ex, a jovem recebeu os primeiros socorros da equipe do Corpo de Bombeiros e logo depois foi direcionada para um hospital, para tratar melhor a ferida.

+  Jovem decide inovar na cama e surpresa deixa namorado assustado; “Namorado terminou na hora”

O caso acabou sendo exposto na web, e os internautas ficaram admirados com a bravura da jovem que não se conteve e foi para cima do criminoso. 

Segundo algumas testemunhas, o agressor era um ex-presidiário e ele acabou não aceitando o fim da relação e havia prometido se vingar. Em outros relatos, os moradores afirmaram que a jovem atacada, é muito batalhadora e vive naquele local junto com suas filhas. A polícia chegou ao local para analisar de fato tudo o que ocorreu.

+  Brasil em oração! Leonardo é vítima de triste acidente durante explosão de um botijão gás e deixa todos preocupados

Os peritos também já estão e logo mais irão liberar o corpo do criminoso. Vale lembrar que nesta pandemia o número de casos de agressão contra a mulher voltaram a disparar.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.