Homem que cometer qualquer tipo de violência doméstica será obrigado a pagar multa de no mínimo R$ 10 mil

Nesta última quinta-feira, 10 de setembro, o prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas validou a lei que obriga as pessoas que cometem violência doméstica ou familiar a pagar uma bela multa de 10 mil reais, caso essa agressão resultar em serviços públicos de emergência.

A lei serve para todos os tipos de agressões que tenha lesão, seja violência física, sexual ou psicológica, dano moral e até mesmo patrimonial que for causado a qualquer moça;

Parece que essa multa, no caso o preço da multa, será relacionada aos custos que a vítima pode ter por ter usado os serviços públicos.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

Esse dinheiro da multa será destinado a política pública que é voltada a diminuir a violência dentro de casa e também da família.

Vale dizer que se houver uma agressão que no qual pode resultar alguma ofensa grave a vítima, esse valor que foi escolhido pode ser aumentado até 50% e dependendo do que ocorrer, ela pode chegar a 100%, isso é no caso dessa violência gerar um homicídio seja da mulher ou do bebê, no caso seria um aborto devido as agressões que a vítima teve.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

Vale lembrar que essa é uma ótima notícia, parece que finalmente o Brasil está investindo no bem-estar dos seus cidadãos.

Vale lembrar que desde o início da pandemia, muitos casos de violência doméstica acabaram surgindo, isso tudo devido ao tempo em que os ficava dentro de casa, já que muitos trabalhos estavam suspensos e também os locais para passeios se encontrava fechados.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

Por causa do tempo em que passava dentro de casa, parece que ocorreu uma onda de mais crimes envolvendo a violência doméstica, esperamos que com essa nova lei que foi sancionada, ocorra resultados favoráveis para que assim, nenhuma mulher tenha um triste fim.

Comente sua opinião sobre essa nova lei e não esquece de seguir nosso portal, aqui você encontra as melhores notícias do Brasil e do mundo.

Fonte: R7



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.