nossas redes sociais

Notícia

Justiça do estado do Rio de Janeiro ordena que Flordelis use tornozeleira eletrônica

O caso da Flordelis a cada dia que passa mais coisas novas vão surgindo, dessa vez a deputada federal será obrigada a usar tornozeleira eletrônica.

Nesta sexta-feira, no período da tarde, a justiça do estado do Rio determinou que Flordelis terá que usar o monitoramento por tornozeleira eletrônica, a deputada está sendo acusada de ser a mandante do crime no qual resultou no óbito do próprio esposo, o pastor Anderson do Carmo.

Essa decisão foi dada pelo Juiz Nearis dos Santos Carvalho Acre, ele pertence a 3ª Vara Criminal da cidade de Niterói, a deputada também terá que dormir todas as noites em sua casa.

O juiz se justificou e falou o motivo desta decisão, de acordo com o magistrado, a acusada está em um quadro muito grande de incerteza e por causa disso, tem uma preocupação em saber qual é o paradeiro da deputada.

Ele também falou sobre a dificuldade que é para conseguir achar a deputada dentro da Câmara dos Deputados.

Ele também falou da ocasião em que uma bomba foi jogada na residência de uma das testemunhas deste caso, e a vítima também falou que ela se sente ameaçada por causa da deputada e um dos filhos que ela tem.

Vale lembrar que já foi enviado pelo MP-RJ um pedido para poder afastar Flordelis das suas funções como deputada, mas isso não foi acolhido pelo juiz.

Ele falou que os crimes no qual a deputada está sendo acusada, não tem nenhuma relação com o cargo parlamentar que ela possui.

A emissora de televisão Record TV tentou procurar a assessoria da deputada, e lá eles foram informados que ela iria recorrer a essa decisão.

Vale lembrar que até o momento todas as provas levam para uma pessoa só, que é a esposa da vítima, mas Flordelis alega que as provas que já foram apresentadas seriam “falsas”, e que alguém tenta incriminá-la.