Mãe é presa depois que vende filha por R$ 200 reais; o motivo vai te deixar chocado

Um caso chocante marcou a população do Rio de Janeiro e deixou os internautas espantados assim que a situação se tornou viral, segundo a polícia local eles prenderam uma jovem mãe pois ela teria vendido a própria filha por 200 reais. O crime deixou todos revoltados e gerou o que falar entre os internautas, pois o motivo é revoltante.

A mulher teria vendido a filha para comprar drogas na cidade de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos. Marilza Medeiros da Conceição agora está sendo investigada pois há mais crianças desaparecidas.

+  Morte chega à casa de Anitta e cantora lamenta notícia: ‘virou estrelinha’

O delegado que comanda o caso chegou a ceder entrevista e falou sobre o caso revoltante. “O inquérito é de abril do ano passado. Ela vendeu a filha de um mês e meio. A criança foi localizada, à época, em Saquarema, Região dos Lagos, e entregue ao Conselho Tutelar para o acolhimento. Agora, ela tem mais 10 filhos, mas só estava com apenas um, outro está com o pai, investigamos se ela também vendeu os outros”. 

+  Jovem é morta, após ser esfaqueada por amiga, que queria testar se era psicopata

Milton Siqueira Júnior foi bem direto e falou que decretou voz de prisão a jovem. “Quanto a Marilza, ela está presa por prometer ou efetivar a entrega de filho a terceiro, mediante pagamento ou recompensa, crime previsto no Artigo 238 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). As investigações continuam”.

As autoridades agora estão fazendo uma busca minuciosa na vida de Marilza Medeiros e seus familiares, pois pode ser que ela tenha recebido ajuda para cometer tal crime cruel.

+  Influencer famosa descobre traição do namorado, perde a paciência e se vinga de forma drástica

Infelizmente vale destacar que tal crime não é o primeiro a se tornar famoso nas redes sociais no mês passado uma mulher foi presa acusada de entregar sua filha para a prostituição, o caso é similar pois a mulher entregou a filha para poder conseguir comprar mais drogas.

No caso de Marilza a polícia civil revelou que ela deverá ser julgada e condenada há mais de 5 anos de prisão.
 



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.