Morador de rua agredido por personal faz declaração polêmica durante entrevista: “Não me arrependo de nada”

O caso do morador de rua que foi espancado por ter sido pego no flagra com a mulher de outro homem, acaba de ganhar mais um episódio e voltou a viralizar nos meios de comunicação. O morador de rua Givaldo Alves de Souza, de 48 anos, teve um vídeo viralizado nas redes sociais onde ele fala pela primeira vez sobre tudo o que aconteceu no dia que foi agredido.

Ele que foi agredido pelo personal trainer Eduardo Alves, deu sua versão da história e chamou a atenção mais uma vez. O sem-teto defende que foi abordado pela mulher de Eduardo e que foi ela quem chamou ele para dentro do carro.

Por meio de um vídeo, ele contou em detalhes como tudo aconteceu e assustou a web, Givaldo Alves de Souza contou ainda que não é a favor de violência, ele falou ainda que não imaginava que a mulher que estava com ele,era casada. Ele afirmou que foi abordado pela jovem e na hora ficou sem reação.


Givaldo Alves de Souza voltou a deixar claro que tudo o que aconteceu foi consensual. “Moça, eu não tenho dinheiro, sou morador de rua. Não tenho dinheiro nem para te levar ao hotel. Então, ela disse: ‘Pode ser no meu carro''', declarou o veterano sobre como tudo começou. A entrevista vale dizer virou o assunto do momento no Twitter.

As falas do baiano, fizeram ferver as redes sociais e o assunto que virou piada segue em alta. Até o momento, o único a ceder entrevista era o personal Eduardo, que aproveitou para acusar Givaldo Alves de Souza de abuso contra a esposa dele, mesmo a jovem afirmando que não houve qualquer tipo de abuso.

Ao decorrer da entrevista Givaldo aproveitou e desafiou o personal a provar que teria havido a violência sexual. “Eu achava que era uma mulher em busca de carinho e satisfação. Acho que o senhor [o personal] deveria rezar para Deus e pedir sabedoria para agir em momentos de desespero, porque ele pode colocar tudo a perder. O senhor se expõe, usando mentiras. Reflita um pouco”.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.