Morador de rua espancado por personal fala pela 1ª vez e entrevista choca; “Foi ela quem me chamou”

Um dos casos mais comentados da internet, foi o do morador de rua que foi duramente espancado pelo personal trainer Eduardo, logo após ele pegar o sem teto com a esposa dentro do carro dela. As cenas em Planaltina envolvendo um casal e um morador de rua se tornaram virais e chocaram os internautas de plantão.

Depois de toda a confusão que levou o morador de rua para o hospital, agora chegou a vez dele se pronunciar. Antes a internet só tinha ouvido o lado de Eduardo que acusou o morador de abusar de sua mulher.

Eduardo vale lembrar, alegou que a companheira estava em surto psicótico e, por essa razão, teria sido vítima de um estupro. Agora o sem teto chegou a ceder uma entrevista exclusiva e falou sobre o assunto que chocou o Brasil e virou motivo de piada na internet. Baiano de 48 anos, Givaldo Alves, reafirmou que a relação com a mulher foi consensual;


Ele revelou ainda que foi a esposa do personal que convidou ele para entrar no carro com ela, mesmo após ele dizer que não “tinha tomado banho”. “Eu andava pela rua e ouvi um grito: ‘moço, moço’. Olhei para trás e só tinha eu. E ela confirmou comigo dizendo: ‘Quer namorar comigo?’”, disparou o morador pegando todo de surpresa.

Givaldo Alves contou que achou estranho e ainda afirmou não ter dinheiro para pagar motel e de acordo com ele, ela disse que poderia ser no carro dela. O bate papo durou cerca de 50 minutos, onde Givaldo Alves mostrou ser uma pessoa lúcida e inteligente.

O sem teto contou que gosta de literatura e conta já ter exercido inúmeras atividades laborais, como operário na área de construção civil e como motorista responsável pelo transporte de produtos perigosos. O bate virou um dos mais comentados da web onde os internautas se mostraram curiosos sobre a relação do morador com a esposa do personal

“Não cometi estupro”, ao ser indagado sobre abuso, Givaldo Alves foi categórigo e afirmou que não cometeu nenhum crime, pelo contráro ele que saiu prejudicado e machucado.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.