Mulher de pastor evangélico grava vídeo antes de matar o filho de 2 anos e tirar a própria vida; detalhes assustam

Infelizmente mais um caso triste e chocante chamou a atenção de várias pessoas nas redes sociais e na população local. 

Dessa vez, o ocorrido envolveu uma criança inocente, que sem entender nada, sofreu as consequências das atitudes da mãe. 

Na última sexta-feira, 18 de março, por volta das 18 horas, uma mulher acabou tirando a vida do filho de apenas dois anos e logo em seguida tirou a própria vida. 


A mãe identificada como, Raissa Santos, morava no povoado Cocão, território de Wenceslau Guimarães, na Bahia.

Ela era dona de um ponto comercial no local e era muito amorosa com os clientes e família, de acordo com testemunhas. Mas o marido, um pastor evangélico soberbo, a levava a depressão.

Para matar o filho , ela sufocou a criança, que se chama Jesse Pereira, usando um saco plástico e logo depois, ela tirou a própria vida se enforcando em um lençol pendurado na casa por ela mesmo.

O mais triste e assustador é que Raissa, gravou um vídeo antes de tudo acontecer, na gravação ela mencionou o pai do garoto e apesar de elogiá-lo, disse que ele poderia seguir sua vida, pois ela levaria o bebê junto.

Nas imagens a criança aparece sorrindo o tempo todo quando houve falar do papai, cena que deixou muitos internautas de coração partido. 

A Polícia Militar esteve no local e confirmou as mortes, a área ficou isolada para perícia criminal.

Segundo algumas testemunhas, o pastor evangélico a traia com frequência, além disso ele a culpava e se dizia infeliz com o casamento, afirmando  que ela e o bebê o atrapalhavam a viver a vida.

As atitudes do marido, teria gerado depressão na mulher e segundo relatos de pessoas próximas, ela se culpava pelos atos covardes do pastor evangélico que usava o nome de Deus para se passar por certo.

No entanto, o caso ainda está sendo investigado pela Polícia Civil para apurar os reais motivos que levaram Raissa a praticar tal ato tão triste e fatal.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.