Pai e filha são presos por viverem como marido e mulher, mas o que chocou a polícia foi outra descoberta

Pai e filha acabaram se dando muito mal, após a polícia descobrir que eles viviam como marido e mulher dentro de casa, na região de Belo Horizonte, Minas Gerais. No entanto, como se não bastasse o crime de incesto, os militares descobriram outras coisas ainda mais chocantes sobre o ‘’casal’’

O pai foi identificado como Warner Robert de Carvalho, 45 anos, e sua filha, Lidiane Fernanda Villaverde Carvalho, 27, as investigações começaram quando um jovem de 14 anos denunciou que foi obrigado a manter relação sexual com os dois. 

+  Menina de 12 anos tira a própria vida de forma trágica e detalhes assustam a todos

A jovem contou para polícia que Fernanda, que trabalhava vendendo roupas íntimas, a fotografava com as peças, desde os seus 11 anos de idade. No entanto, com o passar do tempo a jovem começou a ser obrigada a frequentar motéis com os pais e ter relação sexual com eles. 


Após essas informações virem a tona, a Polícia Civil se dirigiu a casa do ‘’casal’’ e cumpriu mandados de busca e apreensão na casa de Carvalho e de Fernanda, no local foram apreendidos um notebook, tablets e um celular contendo imagens de crianças e vídeos com conteúdo de pedofilia, além de langeries. 

+  Jovem é morta, após ser esfaqueada por amiga, que queria testar se era psicopata

A delegada responsável pelo caso, Isabella Franca de Oliveira, conta que as duas crianças do material foram identificadas e ouvidas. Carvalho e Fernanda, disseram a polícia que  começaram a se relacionar quando a mulher tinha 18 anos. 

A polícia ficou espantada, ao descobrir que a filha era obrigada a convencer crianças na rua para serem abusadas pelo pai em casa.  Após a prisão do casal, outra criança de 12 anos, procurou a delegacia relatando também ter sido abusados por eles. 

+  Vídeo: Criança de apenas 5 anos é assassinada por integrante de facção; imagens chocam o Brasil

Carvalho e Fernanda vão responder pelos crimes de estupro e estupro de vulnerável, previstos no Código Penal, produção de imagem pornográfica envolvendo menores, conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (Eca). Vale lembrar que no Brasil é proibido o casamento entre parentes próximos. 



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.