Testemunha faz novas acusações contra Flordelis em novo depoimento

Em depoimento ao Ministério Público do Rio de Janeiro, testemunha disse que bomba lançada em sua casa pode ter sido um aviso para um dos filhos de Flordelis, (Lucas) não revelar detalhes sobre o caso.

Regiane Ramos era patroa de Lucas e foi enquadrada como testemunha no caso. Ela sustenta que Lucas havia recebido uma mensagem no WhatApp falando sobre como seria a morte do pastor Anderson Carmo. Lucas enviou para Regiane trecho da mensagem que recebeu.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

A testemunha acredita que o atentado foi a mando da família de Flordelis, com o objetivo de impedir que ela fale mais sobre os fatos do caso e calar Lucas que segue preso.


Regiane disse também que é muito próxima de Lucas e o considera como filho. Por isso ela virou alvo dos ataques. Dessa forma fazer com Lucas volte a atrás da sua versão para impedir que ela não sofra mais perseguições.

Nos relatórios da policia, Lucas disse que Regiane é uma pessoa em quem poderia confiar e por isso falou com ela sobre as mensagens que recebeu.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

Durante o depoimento Regiane insistiu várias vezes que o ataque sofrido tinha como objetivo calar Lucas e assim evitar que conte mais detalhes sobre o crime.

Testemunha diz que foi ameaçada por filho de Flordelis

Foi dito também por Regiane em depoimento que um dos filhos biológico de Flordelis teria lhe ameaçado. Segunda a testemunha enquanto estava na casa de Flordelis para saber da situação de Lucas, Adriano Nelson Hungria, que também estar preso acusado de matar Anderson, teria lhe ameaçado com um cabo de vassoura.

+  Após se casar com o próprio filho, mulher se separa para se casar com a filha e o pior acontece

Justiça separa filhas de Flordelis

Após decisão da Justiça, Marzi Teixeira e Simone dos Santos, filhas de Flordelis presas por suspeita de participação na morte do pastor Anderson do Carmo, foram transferidas para presídios distintos. Elas estavam na mesma prisão até o último fim de semana.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.