Tragédia! Bebê de 1 ano e 11 meses morre ao se prender em corda de cortina

Um caso marcante gerou grande comoção entre os internautas de todo o Brasil, a morte de um bebê de 1 ano deixou muita gente impactada e chocada. Na hora da tragédia o bebê estava com a babá e foi ela quem socorreu a criança.

Os detalhes do incidente deixaram todos aterrorizados, segundo a polícia o bebê acabou se enrolando na corda da cortina e morreu a caminho do hospital. “Assim que voltou para a sala, a babá percebeu que a menina havia subido em um ‘puff’ e acabou se enrolando na corda da cortina”.

+  Vídeo: Mulher grávida tenta pular da janela do apartamento ao ser espancada pelo próprio marido; tente não chorar

O desabafo da babá gerou o que falar, pois muito atacaram a profissional pois afirmaram que ela devia ter prestado mais atenção, no entanto muitos ficaram ao lado dela pois ela estava de olho em na outra criança.


As autoridades chegaram a emitir uma nota falando sobre o triste caso e declararam que estão investigando todas as provas. “Inicialmente foram requisitados o laudo de exame cadavérico e a perícia em local de morte, os quais auxiliarão, quando concluídos, a investigação”. O delegado se mostrou abalado por atender o caso da bebê que morreu de forma precoce.

+  Vídeo mostra o desespero das pessoas ao presenciarem queda de avião que matou 7 pessoas em SP

Nas redes sociais os internautas se mostraram enlutados pela triste morte, muitos chegaram a mandar boas energias para a família e desejaram força neste momento de tamanha dor e sofrimento. Tanto a babá quanto outros familiares deveram prestar depoimento ainda está semana segundo o delegado. Vale destacar que todo o cuidado é pouco com crianças pequenas, pois a cada momento eles podem se colocar em risco.

+  Vídeo: mostra queda de avião e em seguida a explosão que deixa mortos em SP

A bebê chegou a ser socorrida por sua cuidadora, no entanto os médicos não conseguiram salvar a criança e ela morreu deixando a família arrasada. Não foram reveladas informações sobre enterro ou o velório e os nomes dos envolvidos foram ocultados para preservar a todos. 

O caso vale dizer se tornou um dos mais cometados na cidade de Rio Verde e nas redes sociais.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.