Vampiro do Itapoã: Criminoso que assassinava suas vítimas para beber sangue é condenado

O bandido conhecido como “Vampiro do Itapoã”, foi condenado ontem a tarde pelo assassinato brutal de Heraldo José de Carvalho, de 43 anos de idade, junto com seus comparsas, por conta do crime cometido em meados de 2019. O crime hediondo deixou toda a população da cidade em choque, por conta da brutalidade dos criminosos.

Tudo ocorreu depois que os envolvidos tiveram um embate, por causa de um serviço não executado. Segundo relatos Heraldo, foi pago com drogas para construir uma cerca, onde Eduardo vivia, porém a vítima chegou a usar as drogas sem pegar para fazer o trabalho

+  Morte chega à casa de Anitta e cantora lamenta notícia: ‘virou estrelinha’

Pouco tempo depois Eduardo foi preso, e de acordo com as testemunhas ele afirmou que gostaria de beber o sangue de Heraldo. Agora o “Vampiro do Itapoã” foi condenado por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver,o seu comparsa Francisco também recebeu a condenação por homicídio duplamente qualificado. 


Já Hilcimar outro envolvido no crime, foi condenado apenas por homicídio qualificado. Aquele que recebeu a pena mais alta foi “Vampiro do Itapoã”, que ficará detido por 21 anos.

+  Vídeo: Mulher grávida tenta pular da janela do apartamento ao ser espancada pelo próprio marido; tente não chorar

A fama de Eduardo, é porque ele é famoso por assassinar animais para tomar o seu sangue, e ele nunca fez questão de esconder isso de ninguém. De acordo com os policiais que investigaram o caso, Eduardo mais uma pessoa teriam tomado o sangue de Heraldo.

Conforme o relatório policial, assim que ambos foram detidos, a casa dos envolvidos foi revistada e na residência de Eduardo, foram achadas as vísceras da vítimas mais os restos de animais. “Vampiro do Itapoã” estaria aproveitando uma liberdade provisória desde meados de 2017. O caso acabou gerando o que falar na cidade e nas redes sociais.

+  Influencer famosa descobre traição do namorado, perde a paciência e se vinga de forma drástica

A prisão de Eduardo, ou como ele gosta de se chamar, “Vampiro do Itapoã” foi muito comemorada pelos internautas e por aqueles que temiam alguma ação do criminoso.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.