Vídeo: Criança de apenas 5 anos é assassinada por integrante de facção; imagens chocam o Brasil

Nesta última quinta-feira (16), uma menina, de apenas 5 anos de idade, se tornou uma vítima fatal de uma facção do estado do Amapá. A vítima, identificada pelo nome de Ana Júlia Pantoja, que possuía 5 anos de idade, teve sua vida ceifada por um jovem de 18 anos, que disparou contra sua cabeça. O caso em questão ocorreu na baixada de Ambrósio, localizado em Santana, Amapá.

Os tiros que foram disparados contra a criança puderam ser ouvidos por vizinhos que, após o ocorrido, correram com o intuito de pedir ajuda para a criança baleada. Ana Júlia foi levada até o hospital e, infelizmente, não resistiu, indo à óbito. A menina teve sua morte confirmada através da Polícia Militar (PM).

+  Homem mata mulher esquizofrênica, arrasta corpo no meio da rua e detalhes assustam; "Um monstro"

“O comando reitera que envidará todos os esforços necessários no sentido de localizar e prender o autor desse crime desumano. Neste momento de dor e sofrimento queremos externar nossos mais sinceros pêsames ante esta inestimável perda para todos os familiares e amigos” informou o comunicado realizado pela PM.


As câmeras de segurança da residência de um vizinho puderam flagrar o momento exato dos disparos. Nas gravações, é possível ver Ana Júlia caminhando sozinha no momento que comia um pedaço de balo.

+  Homem mata mulher esquizofrênica, arrasta corpo no meio da rua e detalhes assustam; "Um monstro"

Até o momento desta publicação, acredita-se que a causa da morte se deve por conta de rixas entre facções. A Polícia Militar prendeu Flávio Theodoro, de 18 anos de idade, que havia sido acusado de ter disparado contra a criança, alegando que havia mirado em uma outra pessoa.

Nas redes sociais, milhares de internautas se revoltaram com a notícia, pedindo que a Justiça possa ser feito contra o infrator, que ceifou a vida da pequena Ana Júlia.

+  Homem mata mulher esquizofrênica, arrasta corpo no meio da rua e detalhes assustam; "Um monstro"

Preso suspeito de matar Ana Júlia afirmou à polícia que alvo era um homem

O homem preso como autor do disparo que ceifou a vida de Ana Júlia Pantoja afirmou à Polícia Civil que o alvo do ataque era um outro homem, e não a menina. Flávio Ferreiro Teodósio já estava sendo investigado pelo crime de latrocínio.  



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.