nossas redes sociais

Política

Bolsonaro sobre prolongar auxílio emergencial com valor mais alto e ironiza; “se pagar, ninguém trabalha”


Uma fala do presidente Jair Bolsonaro gerou polêmica nas redes sociais, na ocasião o político tirou sarro do pedido de prolongamento do auxílio emergencial no ano de 2021.O presidente além de se declarar contra a prorrogação ironizou o fato para seus apoiadores no Palácio do Alvorada.

Uma das pessoas presentes chegou a contar para Jair Bolsonaro que sua popularidade cresceu no Amazonas por conta do auxílio emergencial e de imediato o presidente rebateu a fala afirmando que ninguém voltaria a trabalhar se o auxílio emergencial fosse no valor de 5 mil reais por mês.

A fala do político gerou revolta na população, “Qual país do mundo fez auxílio emergencial? Parecido foi nos Estados Unidos. Aqui alguns querem torná-lo definitivo. Vamos pagar para todo mundo R$ 5 mil por mês, ninguém trabalha mais, fica em casa”, brincou Bolsonaro.


Bolsonaro falou também acerca dos políticos que estão fechando suas cidades por conta do aumento dos casos de covid-19, Bolsonaro se mostrou contra a esta atitude. O presidente não mencionou nomes, entretanto muitos apontaram a fala dele para o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, que comunicou que estaria fechando o município.

Bolsonaro afirmou que, “Se começar a fechar tudo de novo, vai quebrar o Brasil. O Brasil vai se empobrecer. Um país pobre, de famintos”, disparou o chefe do estado maior que logo depois ressaltou que o Brasil se encontra mal das pernas.

Entretanto, um fato que vem ganhando destaque nas mídias é uma fala do deputado Baleia Rossi que revelou que seria possível prolongar sim o auxílio emergencial mesmo o presidente ressaltando ser contra a medida.

Porém o parlamentar não chegou a esclarecer como seria possível dar seguimento ao auxílio emergencial sem ultrapassar os gastos. Mas para a felicidade de muitos o prolongamento do auxílio emergencial está na pauta para ser debatida no Senado. Vale lembrar que o Senado está em recesso este mês e só retorna aos trabalhos em fevereiro.


clique para comentar

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *