nossas redes sociais

Notícias

Ministro Paulo Guedes terá que pagar R$ 50 mil a Justiça por ter comparado servidores públicos com parasitas


A Justiça Federal do Brasil, condenou o ministro da Economia, Paulo Guedes a pagar cerca de R$ 50 mil para o Sindicato dos Policiais Federais do estado da Bahia.

Isso devido a uma frase no qual o ministro compara funcionários públicos a parasitas.

Guedes deu essa declaração no começo de 2020, no mês de fevereiro, no momento do ocorrido, o ministro estava falando sobre as reformas administrativas que o atual governo pretendia fazer.

Quem realizou esse decreto com valor de R$ 50 mil foi a juíza da 4° Vara Federal Cível da Seção Judiciária da Bahia, Claudia da Costa Tourinho Scarpa, nesta última quarta-feira, 16 de setembro e acabou de ser divulgado nesta sexta-feira, 18 de setembro pelo Sindipol.

A juíza afirmou que aconteceu uma violação aos direitos das pessoas que ocupam essa categoria profissional e por causa dos pronunciamentos do ministro, ela decidiu dar uma “punição”.

Por via de uma nota, A advocacia-Geral da União falou que iria apresentar recurso cabível.

Vale lembrar que quando isso ocorreu o ministro estava criticando o reajuste anual dos salários dos servidores, que de acordo com ele, esses funcionários já tinham uma condição privilegiada a estabilidade no cargo e ainda citou que eles ganhavam uma aposentadoria generosa.

Depois que foi feito esse pronunciamento, foi enviado uma nota vinda do Ministério da Economia, explicando que o ministro reconhece o valor das pessoas que trabalham como servidores público e avisou que essa reforma que eles estavam citando, era pra corrigir as distorções.

Vale dizer também que no mês de maio, o Sindipol ingressou em uma ação de reparação devido ao dano moral contra o ministro.

Foi dito também que o ministro havia dito para que essas pessoas não assaltassem o país e que eles estavam ficando em casa com a dispensa cheia.

Continue visitando o nosso portal para receber as melhores noticias e mais falada do Brasil