Mulher trans engravida detentas em presídio nos EUA e caso choca a todos: “Se deu bem”

Um caso chocante tomou conta dos internautas e rendeu o que falar, tudo aconteceu no presídio estadual feminino Edna Mahan Correctional Facility, e virou motivo para debate entre milhões de pessoas. A notícia que rodou o mundo, foi divulgada na última quinta-feira por um dos jornais mais famosos do planeta .

O jornal New York Post, foi o responsável por dar detalhes do acontecimento um tanto quanto inusitado. Até o momento, não foram divulgadas as identidades das 3 envolvidas, no entanto o caso segue deixando milhares de pessoas agitadas, por conta da forma que as envolvidas ficaram grávidas.

A história ganhou força, pois virou motivo para debate, sobre a prisão de prisioneiras transexuais em presídios femininos. Segundo informações em Nova Jersey, mulheres trans são permitidas em cadeias femininas, desde o ano passado, com a mudança de uma lei local, e foi isso que acabou motivando algumas pessoas sobre como deve ocorrer a interação dessas pessoas.


"Detentas no estado americano podem cumprir pena em locais que estejam de acordo, e que tenha conhecimento e respeite as identidades de gênero, onde mulheres trans podem ficar em presídios e em mesmos pavilhões e celas que mulheres cis", destaca um pequeno trecho da lei que foi aprovada na região. 

Tudo aconteceu depois que uma mulher transexual processou o estado, pois ela teria vivido 18 anos em presídios masculinos. Depois da enorme repercussão do caso, o estado decidiu mudar a lei e logo em seguida aconteceu o caso da "mulher" trans engravidar mulheres dentro do presídio.

De acordo com o que foi revelado pelas autoridades, no presídio onde as detentas engravidaram, há um total de 18 mulheres trans, sendo elas não operadas e operadas, a lei não define se a mulher trans precisa necessariamente ser operada para estar em uma prisão feminina. Como algumas mulheres surgiram grávidas, o caso gerou o que falar e virou piada entre os internautas.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.