Pastora evangélica tira a própria vida, deixa o marido abalado e detalhes assustam a todos: ‘’É muito triste’’

Infelizmente uma pastora evangélica acabou tirando a própria vida, o caso gerou muita tristeza, principalmente para o marido da vítima que está muito abalado. Esse é mais um caso de suicídio entre pastoras que acaba abalando o meio evangélico no Brasil. 

A mulher foi identificada como, Lucimari Alves Barro, da Igreja do Evangelho Quadrangular, em Criciúma, Santa Catarina, a idade dela não foi revelada.

A líder religiosa foi encontrada sem vida, em uma triste e assustadora cena, ela estava pendurada a uma corda, no próprio quintal da casa, ela foi enterrada no Cemitério Municipal de Morro da Fumaça em Criciúma.

+  Detalhes dos últimos momentos de vida do ator Luís Gustavo é de parti o coração

A vítima era esposa do pastor Sandro Barro, e de acordo com ele, Lucimari não deixou bilhete. O pastor Sandro Barro, usou as redes sociais para pedir ajuda ao Espirito Santo consolador, para poder suportar, Ele conta que conhece Lucimari desde os 14 anos de idade.

“Que momento é esse? É muita dor Senhor me ajuda meu amigo espírito santo…desde os 14 anos de idade nunca amei outra mulher você foi para mim um achado um tesouro que não se mede valor seu sorriso sempre foi minha alegria te amei com todas as minhas forças… desculpa minha linda” , escreveu ele, muito abalado.

+  URGENTE: Famoso APRESENTADOR é encontrado sem vida por esposa em sua próprio casa, após passar mal

O motivo do suicídio não foi revelado pela familia, no entanto, casos como esse só vem aumentando cada dia mais no mundo cristão. 

De acordo com o Instituto Schaeffer, dos Estados Unidos, 70% dos pastores lutam constantemente com a depressão, e 71% estão “esgotados” física e mentalmente. Segundo a pesquisa, 80% dos pastores revelam que o ministério pastoral causa prejuízos a suas famílias e 70% dizem não ter um amigo próximo.

+  TRAGÉDIA: Corpo do querido ator Anthony é encontrado em loja e notícia abala a todos: "Ele morreu"

Embora esse caso da pastora evangélica não tenha como afirmar que foi depressão, muitos casos são por causa desse mal.  Além da depressão, a fatores como traições ministeriais, baixos salários, isolamento, falta de amigos e problemas conjugais também foram citados na pesquisa como causa de suicídio. 



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.