Vaza foto de Flordelis na cadeia e a forma como ela está vivendo é de partir o coração; “Inacreditável”

A ex-deputada Flordelis dos Santos Souza, vem rendendo o que falar nas redes sociais desde que foi destituída de seu cargo e foi detida pelas autoridades, sob a acusação de ser a mandante do crime que tirou a vida do pastor Anderson. Aos 59 anos de idade, a famosa foi presa pela 3ª Vara Criminal de Niterói e chocou os internautas de plantão.

Anderson do Carmo vale dizer que foi morto em 2019 e o caso ainda não foi resolvido. Agora detida e em posse da polícia, uma foto da ex-parlamentar acabou se tornando viral e chamou a atenção de todos nas redes sociais, Flordelis dos Santos surge abalada e abatida dentro da prisão.

+  TRAGÉDIA: Corpo do querido ator Anthony é encontrado em loja e notícia abala a todos: "Ele morreu"

Ela que chegou a compartilhar um vídeo, revelando que estava sendo detida chegou a pedir as orações de seus fiéis e acabou se tornando viral em todo o país. “Olá gente, chegou o dia que ninguém desejaria chegar. Estou indo presa por algo que eu não fiz, por algo que eu não pratiquei. Eu não sei por que, mas estou indo com força e com a força de vocês. Orem por mim. Orem, orem. Uma corrente de oração na internet. Busquem a Deus, está bom? Um beijo, amo vocês”.

+  Detalhes dos últimos momentos de vida do ator Luís Gustavo é de parti o coração

O MP chegou ainda a revelar como está a atual situação da artista e chocou os seguidores de Flordelis, "a situação jurídica da ré deve ser revista, para sanar a desproporcionalidade que havia entre as medidas cautelares impostas e os fatos imputados e as condutas que a ré praticou para interferir na instrução e se furtar no momento da aplicação da lei penal”.

+  URGENTE: Famoso APRESENTADOR é encontrado sem vida por esposa em sua próprio casa, após passar mal

A forma como ela surgiu na foto, gerou espanto nos internautas pois a famosa surgiu completamente mudada.

Segundo as investigações no celular da ex-deputada foram encontradas algumas mensagens comprometedoras que foram deletadas, o que acabou deixando a parlamentar em maus lençóis. O Ministério Público do Rio, chegou a declarar que a ex-deputada “também providenciou treinamento a réus e testemunhas que foram intimadas para prestarem depoimento em sede policial, solicitando que testemunhas mentissem à polícia e alterassem versões já fornecidas, assim como, por repetidas vezes, descumpriu a medida cautelar de monitoramento eletrônico”.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.