Vidente prevê quem será o novo Presidente do país e revelação choca a todos

O vidente mestre José, movimentou as redes sociais ao falar sobre um assunto polêmico em seu perfil. Ele que é bastante conhecido por fazer previsões polêmicas e criativas, chocou a todos ao falar sobre o próximo presidente do Brasil. O veterano chegou a fazer uma previsão sobre aquele que deve comandar o país e rendeu o que falar.
 
O vidente afirmou com todas as letras que Lula ganhará a disputa entre ele e Jair Messias Bolsonaro e logo voltará a ser presidente do Brasil neste ano de 2022.

“Lula volta ao poder, com o maior feito eleitoral da história democrática deste país. O ‘ex presidiário’, sentirá nas urnas, o clamor de um povo que assim como eu, pobre, negro, nordestino, tal qual os homossexuais e classes inteiras que foram desprezados pelo atual chefe de estado." enfaiztou o veterano em um vídeo compartilhado em seu canal.

mestre José chegou a completar sua fala e pegou todos de surpresa. "Aqueles que não aguentam mais a indiferença daqueles que um dia já foi a grande esperança da população, de mudar, de acabar com a corrupção, e assistir a inércia que se instaurou, onde hoje o trabalho feito só se consiste em evitar o impeachment, planejar o golpe e tentar criar uma guerra civil, armando a população”, ressaltou o vidente no YouTube.


A fala do sensitivo agitou a todos e dividiu as redes sociais, os apoiadores de Lula se animaram com a novidade, enquanto aqueles que seguem o atual presidente, se mostraram indignados e revoltados com a previsão. Bolsonaro que prometeu mudar muitas, acabou caindo no conceito de muita gente após algumas decisões polêmicas.

No entanto, é válido destacar que sua popularidade segue em alta e ele possui uma legião de seguidores e apoiadores, fazendo com que a eleição possa surpreender a todos com o resultado ainda incerto.

“Isso aqui não é uma campanha política, isso aqui é uma previsão analítica do que vem se desenhando no cenário atual, pautado na espiritualidade, essa que se perdeu neste governo mesmo com tanto apoio de homens fortes do meio evangélico. É por isso que sempre digo, não se trata de religião e sim de espiritualidade, crença, e fé. Religião e poder sempre divergiram”, completou mestre José.



PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.